Acordo integra Disque 100 a cadastro de crianças e adolescentes desaparecidos
Brasil

Acordo integra Disque 100 a cadastro de crianças e adolescentes desaparecidos

Acordo integra Disque 100 a cadastro de crianças e adolescentes desaparecidos

Além disso, aplicativo e site para registro e busca de desaparecidos estão em desenvolvimento

Acordo integra Disque 100 a cadastro de crianças e adolescentes desaparecidos

As famílias poderão utilizar a ferramenta para denunciar o desaparecimento de crianças e adolescentes em todo o país. – Foto: Banco de imagens

Acordo estabeleceu o fluxo de informações dentro do Governo Federal para agilizar e modernizar a busca por crianças e adolescentes desaparecidos no Brasil. A medida, firmada entre os ministérios da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) e da Justiça e Segurança Pública (MJSP), integra os registros de denúncias no Disque 100 com o Cadastro Nacional de Crianças e Adolescentes Desaparecidos.

Para a ministra Damares Alves, titular do MMFDH, a medida mostra a transversalidade com que o Governo Federal lida com o tema de direitos humanos. “Essa é uma questão muito importante, pois quando uma criança desaparece, toda a estrutura familiar é abalada. Nós vamos trabalhar em conjunto, desenvolvendo tecnologias, para que isso não aconteça mais no Brasil. Mais adiante atenderemos ainda os demais grupos sociais”, afirmou.

Com a parceria, os ministérios integrarão as bases de dados para iniciarem a política de registro e localização de crianças e adolescentes desaparecidos.

O MMFDH ficará responsável pelo compartilhamento das denúncias recepcionadas pelo canal e pela distribuição das informações aos demais órgãos de segurança pública vinculados à execução da política de desaparecidos.

Aplicativo e site

Aplicativo e site para registro e busca de crianças e adolescentes desaparecidos estão em desenvolvimento pela Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, que integra a estrutura do MMFDH e coordena o Disque 100. “Essa é mais uma ferramenta que a Ouvidoria vai implementar em conjunto com toda a rede de segurança pública, sob a coordenação do MJSP”, ressaltou o ouvidor nacional de direitos humanos, Fernando Ferreira.

As famílias poderão utilizar a ferramenta para denunciar o desaparecimento de crianças e adolescentes em todo o país e fornecer informações sobre o caso.

Já os agentes da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Ferroviária Federal, das polícias civis e militares e dos corpos de bombeiros militares poderão utilizar a ferramenta para iniciar as buscas de forma imediata, dispondo de alertas georreferenciados do local em que a vítima foi vista por último e uso de ferramenta de reconhecimento facial para auxiliar na identificação da pessoa desaparecida.

Brasil

Mais notícias da Categoria Brasil

Romeu Zema cria Grupo de Trabalho para buscar soluções junto aos transportadores de combustíveis

Romeu Zema cria Grupo de Trabalho para buscar soluções junto aos transportadores de combustíveis

Portal Uberaba 03/03/2021
LBV inicia Campanha SOS ACRE para atender famílias afetadas pelas chuvas

LBV inicia Campanha SOS ACRE para atender famílias afetadas pelas chuvas

Caio Romano 02/03/2021
Lançada cartilha de educação financeira para idosos

Lançada cartilha de educação financeira para idosos

Portal Uberaba 18/02/2021
InovAtiva lança programa para atender mil projetos inovadores este ano

InovAtiva lança programa para atender mil projetos inovadores este ano

Portal Uberaba 12/02/2021
Exportações do agronegócio somam US$ 5,67 bilhões em janeiro

Exportações do agronegócio somam US$ 5,67 bilhões em janeiro

Portal Uberaba 12/02/2021
Meta de expansão da geração em 2021 é de 4.790,48 MW

Meta de expansão da geração em 2021 é de 4.790,48 MW

Portal Uberaba 04/02/2021