Romeu Zema participa do encerramento do Demoday JA Startup

O mundo é digital

Romeu Zema participa do encerramento do Demoday JA Startup
Romeu Zema participa do encerramento do Demoday JA Startup

Analista de Sistemas no UNIARAXÁ, Analista de Mídias Sociais, Desenvolvedor de Sites e Aplicações Web e Empreendedor na Agência Digital WebCódigo. Graduado em Sistemas de Informação e pós-graduado em Banco de dados e Gestão de Projetos. contato@webcodigo.com

Romeu Zema participa do encerramento do Demoday JA Startup

Programa desenvolvido pelo Estado premia as melhores ideias empreendedoras de jovens mineiros

imagem de destaque

Pedro Gontijo / Imprensa MG

No programa, foram trabalhados os conceitos de empreendedorismo e apresentados ferramentas e atalhos considerados úteis na criação de modelos de negócios inovadores. As metodologias aplicadas são as mesmas utilizadas no Vale do Silício, região da Califórnia referência no assunto e que inspirou o Demoday.

Ao todo, 56 alunos, organizados em nove equipes, aceitaram o desafio de criar uma startup. Antes de entregar os troféus às vencedoras – uma de cada escola -, Romeu Zema enfatizou que os estudantes tiveram a oportunidade de fazer algo que muitos gostariam, referindo-se ao programa.
“Considero que vocês são privilegiados. Aproveitem essa experiência, porque um dia essa janela vai fechar e nunca mais vai abrir em suas vidas. Essa quantidade de energia, de tempo e disponibilidade não volta mais. Com o passar do tempo, outras prioridades farão parte da vida de vocês e, com isso, a capacidade de aprendizagem se tornará mais difícil”, explicou.

O governador aproveitou a oportunidade para deixar uma mensagem sobre a importância de ser um profissional dedicado. “Sejam bons naquilo que vocês fazem. Eu tive oportunidade de ver pessoas com mestrado ganharem menos que pessoas que tinham o ensino médio. Porque quem fez o mestrado, muitas vezes, estava procurando apenas título. Ser bom naquilo que faz é que será determinante e que vai fazer de você um bom profissional”, alertou.

Imersão

Cinco minutos. Este foi o tempo que jovens empreendedores mineiros tiveram para convencer especialistas a acreditarem em suas startups, criadas após três dias e meio de imersão no programa JA Startup. O tempo parece corrido e injusto para quem está de fora deste mundo de empreendedorismo, mas é a realidade de quem quer se destacar no mercado com soluções inovadoras. O sonho de todos é o mesmo: que a ideia seja boa a ponto de ser a próxima empresa Unicórnio – em outras palavras, que o sucesso seja tão grande, a ponto de virar uma empresa bilionária.

Os pitches (as apresentações de cinco minutos) foram avaliados por profissionais experientes no assunto: o subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação da Sede, Rodrigo Mascarenhas; Juliana Veiga dos Santos, representando a Subsecretaria de Desenvolvimento da Educação Básica da SEE; o fundador da StartSe, Junior Borneli; a sócia da FAZ Makerspace, Andrea Lopes Costa Ribeiro; e o professor do Departamento de Engenharia Eletrônica da UFMG, Hermes Aguiar Magalhães. Os melhores pitches foram das startups C2U, que oferece solução para o mercado de moda personalizada, e TechNing, voltado para a área educacional.

Os avaliadores também escolheram as duas como melhores startups. As outras startups criadas foram Arquiteturese, ACF – Combate à Fome, Events Factory, Connect books, Save, Decore-ser, Escoamento comunitário e Vida Vegana. “O Governo de Minas apoia iniciativas como esta por acreditar em ideias inovadoras, em pessoas como vocês”, afirmou o subsecretário Rodrigo Mascarenhas. “Todo mundo que acredita consegue alcançar o que desejou em algum momento. A StartSe é um exemplo de sucesso. Acreditem no potencial, mas façam de tudo para que aconteça”, declarou Junior Borneli.

No dia (12/12), as equipes vencedoras visitarão quatro grandes empresas reconhecidas no mundo das startups: a WeWork, a Méliuz, a BeGreen e a ThoughtWorks, propiciando uma imersão em suas culturas organizacionais e um momento de troca de informações, com objetivo de que eles conheçam mais sobre o ecossistema de inovação e empreendedorismo.

O mundo é digital

Analista de Sistemas no UNIARAXÁ, Analista de Mídias Sociais, Desenvolvedor de Sites e Aplicações Web e Empreendedor na Agência Digital WebCódigo. Graduado em Sistemas de Informação e pós-graduado em Banco de dados e Gestão de Projetos. contato@webcodigo.com

Mais postagens da coluna - O mundo é digital

Covid-19: uso maior da internet requer mais cuidado com segurança

Covid-19: uso maior da internet requer mais cuidado com segurança

Alexsandro Luiz de Assis 27/03/2020
Covid-19: Facebook divulga anúncios da OMS no combate à desinformação

Covid-19: Facebook divulga anúncios da OMS no combate à desinformação

Alexsandro Luiz de Assis 04/03/2020
Como patentear uma invenção?

Como patentear uma invenção?

Alexsandro Luiz de Assis 04/02/2020
Saiba como limpar os dados que o Facebook recebe sobre você

Saiba como limpar os dados que o Facebook recebe sobre você

Alexsandro Luiz de Assis 30/01/2020
Brasil cria centro para indústria 4.0 no Fórum Econômico Mundial

Brasil cria centro para indústria 4.0 no Fórum Econômico Mundial

Alexsandro Luiz de Assis 22/01/2020
Microsoft muda regra do jogo na próxima geração de games

Microsoft muda regra do jogo na próxima geração de games

Alexsandro Luiz de Assis 16/01/2020
Criador da WWW propõe contrato para “consertar” internet

Criador da WWW propõe contrato para “consertar” internet

Alexsandro Luiz de Assis 26/11/2019
Objetivos Profissionais na era digital

Objetivos Profissionais na era digital

Alexsandro Luiz de Assis 26/10/2017
Estamos todos em perigo

Estamos todos em perigo

Alexsandro Luiz de Assis 21/10/2017
Etiqueta, educação e bom senso

Etiqueta, educação e bom senso

Alexsandro Luiz de Assis 17/10/2017
Era digital e Negócios

Era digital e Negócios

Alexsandro Luiz de Assis 05/10/2017
Negligenciando a era digital

Negligenciando a era digital

Alexsandro Luiz de Assis 29/09/2017