Web Código – Agência Digital
Município requer extinção do processo que questiona o feriado da Consciência Negra
Cultura

Município requer extinção do processo que questiona o feriado da Consciência Negra

Município requer extinção do processo que questiona o feriado da Consciência Negra

A Prefeitura de Uberaba, por meio da Procuradoria Geral do Município, apresentou petição solicitando a extinção do processo movido pelo Sindicato do Comércio de Uberaba – Sindicomércio sobre o feriado municipal de 20 de novembro, que celebra a Consciência Negra. O motivo se justifica pela improcedência do argumento de que a municipalidade possui 5 feriados locais, quando na realidade há somente quatro instituídos, o que está plenamente em conformidade com a lei.

O procurador-geral do Município, Paulo Salge, explica que por solicitação do prefeito Paulo Piau a Procuradoria está tomando todas as providências cabíveis e pertinentes ao caso no sentido de defender a legalidade do feriado, não somente por questões legais, mas em face de questões históricas e de merecimento de uma etnia que lutou pela nação brasileira e que tem expressividade importante em Uberaba.

“Ao contrário do que o Sindicomércio mencionou no processo, afirmando em uma falha substancial que o município tem cinco feriados religiosos e civis locais, estes são somente quatro: Festa do Corpo de Cristo (data móvel), Nossa Senhora da Abadia (15 de agosto), Aniversário de Uberaba (2 de março) e Consciência Negra (20 de novembro). Eles se basearam incluindo o dia 2 de novembro, Finados, porém houve alteração da lei e este feriado agora é nacional. Portanto, o município está absolutamente dentro da lei, e por isso formulamos o pedido de indeferimento de extinção do processo. Não há mais pressuposto para este processo vigorar”, pontua Salge.

Ainda segundo o procurador-geral, o município também está requerendo no tribunal a revogação da liminar obtida pelo Sindicomércio em faze do processo. “Não há elementos e amparo legal para manter vigorante a referida liminar. É claro que o processo ainda será julgado, mas pela convicção e experiência jurídica que temos, o caminho será de sucesso da demanda de manter o dia da Consciência Negra. Ficamos felizes em manter esta data, pois este feriado é uma vontade da gestão municipal e um direito da comunidade negra da cidade”.

O Dia da Consciência Negra foi instituído pela Lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011. A data marca a morte de Zumbi dos Palmares, reconhecido pela luta de resistência contra a escravidão no Brasil e líder do Quilombo dos Palmares, o maior quilombo da época do período colonial no país. De acordo com dados de 2015, do Governo Federal, o 20 de novembro é considerado feriado em mais de mil cidades.

Anuncie aqui super banner
Cultura

Mais notícias da Categoria Cultura

Buteco do Jockey entra na contagem regressiva

Buteco do Jockey entra na contagem regressiva

Portal Uberaba 05/12/2019
Orquestra Municipal de Uberaba se apresenta no Ópera Studio

Orquestra Municipal de Uberaba se apresenta no Ópera Studio

Portal Uberaba 05/12/2019
Concurso Cultural ‘Patrimônio Iluminado’ termina nesta quinta-feira 

Concurso Cultural ‘Patrimônio Iluminado’ termina nesta quinta-feira 

Portal Uberaba 26/11/2019
Fundação Cultural começa a divulgar agenda unificada de Natal

Fundação Cultural começa a divulgar agenda unificada de Natal

Portal Uberaba 25/11/2019
Unesco estabelece o Dia Mundial da Língua Portuguesa

Unesco estabelece o Dia Mundial da Língua Portuguesa

Portal Uberaba 25/11/2019
Buteco do Jockey traz Zezé e Luciano, Guilherme e Benuto e Hugo e Guilherme 

Buteco do Jockey traz Zezé e Luciano, Guilherme e Benuto e Hugo e Guilherme 

Portal Uberaba 23/11/2019