Web Código – Agência Digital
Polícia Civil oferece serviço de prevenção do câncer de mama
Saúde

Polícia Civil oferece serviço de prevenção do câncer de mama

Polícia Civil oferece serviço de prevenção do câncer de mama

Médica altamente capacitada faz atendimentos duas vezes por semana no hospital da PC

Muitas mulheres acreditam que a hora para se fazer um exame preventivo contra o câncer de mama é apenas durante a Campanha Outubro Rosa, ou quando se sente algum incômodo nas mamas. Na verdade, de acordo com a Sociedade Brasileira de Mastologia, todas as mulheres a partir dos 40 anos devem procurar um mastologista ou ginecologista para serem avaliadas e iniciarem, uma vez ao ano, o controle mamográfico, independentemente de sentirem algum sintoma.

Crédito: Divulgação/PCMG

Para as servidoras e dependentes de servidores da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), a notícia é boa. O Hospital da Polícia Civil (HPC), localizado na Rua Bernardo Guimarães, 1.280 – Bairro Funcionários, em Belo Horizonte, conta com uma especialista altamente capacitada em mastologia, que atende, sob agendamento, todas as quintas e sextas-feiras.

A dra. Juliana Elias Joukhadar é formada em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e atua como mastologista há 30 anos. A médica, titular da Sociedade Brasileira de Mastologia, conta que a procura pelo serviço especializado no HPC vem aumentando progressivamente. “As mulheres devem estar conscientes de que, independentemente de apresentarem alguma alteração nas mamas, devem fazer anualmente o acompanhamento preventivo”.

A médica lembra que o autoexame é importante, uma vez que é o primeiro passo para a mulher tomar consciência de alterações nas mamas. Contudo, muitas não se sentem muito à vontade com o autoexame. “Indicamos que, mesmo estas, devam procurar o HPC se tiverem alcançado a idade mínima”, observa Juliana, lembrando que aquelas com idade inferior a 40 anos também podem realizar a consulta, principalmente se já têm histórico na família de câncer na mama ou nos ovários.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), no Brasil, o câncer de mama atingiu cerca de 60 mil mulheres em 2018. Destes casos, 16 mil são fatais. “O que destacamos sempre é que o diagnóstico precoce, a prevenção por meio da melhora da qualidade de vida e a diminuição dos fatores de risco são as formas de reverter esse quadro”, ressalta Juliana.

E não só mulheres podem procurar um mastologista. Cerca de 1% dos casos de câncer de mama são registrados em homens, trazendo também o risco de fatalidade. “Homens também podem procurar o HPC para uma consulta, quando perceberem nódulos ou outras alterações nas mamas”, explica a mastologista.

Crédito: Divulgação/PCMG

Fatores de risco

Entre os fatores de risco ao câncer de mama, não só a reposição hormonal é vista pelos especialistas como o fator de ameaça. Fatores importantes também são o sedentarismo, a obesidade, bem como a história familiar. A médica cita, ainda, a idade, o tabagismo e o consumo de álcool como outros fatores importantes. Salientando que 30% dos casos de câncer de mama podem ser prevenidos com um bom regime de exercícios.

Mudanças socioambientais

De acordo com a especialista do HPC, algumas alterações contemporâneas no ciclo de vida da mulher e de seus hábitos também dão mostras de uma mudança na forma como o câncer de mama tem se manifestado atualmente. “Hoje em dia as mulheres têm um número menor de gestações, a primeira gravidez após os 35 anos, e amamentam por um tempo menor”, explica.

Por esse motivo, a avaliação do especialista passa pela a anamnese (entrevista com a paciente), onde são apresentadas as principais queixas, o histórico familiar, o histórico ginecológico e obstétrico; exame clínico e avaliação dos exames complementares, como mamografia, ultrassom e ressonância magnética.

Reversão a tempo

A servidora do Estado, Elizabeth do Carmo Paula, 49 anos, há 17 anos descobriu um nódulo nos seios. Ela procurou a médica Juliana para os primeiros acompanhamentos e, no dia 25 de abril, finalmente realizou o procedimento cirúrgico para retirada do nódulo. “A equipe do HPC é fora de série, um atendimento humano que eu nunca encontrei em outro hospital”, testemunha.

“Quanto mais precoce o diagnóstico, melhor. Os estudos apontam que as chances de cura são bem maiores quando a mulher procura o mastologista antes de apresentar qualquer sintoma”, ressalta a mastologista.

Sinais e sintomas

– Nódulo de mama;

– Derrame mamilar (líquido de qualquer cor que saia espontaneamente do mamilo);

– Manchas na pele;

– Ferida no mamilo;

-Abaulamento ou depressão na pele (deformação dos seios por qualquer motivo).

 

Serviço

Hospital da Polícia Civil – Rua Bernardo Guimarães, 1.280 – Funcionários/BH

Telefones para agendamento de consultas: (31) 3247-8332 / (31) 3247-8333

Anuncie aqui super banner
Saúde

Mais notícias da Categoria Saúde

Saúde inaugura Sala de Situação de Controle do Sarampo

Saúde inaugura Sala de Situação de Controle do Sarampo

Portal Uberaba 11/09/2019
Antes de viajar, vacine-se contra o sarampo

Antes de viajar, vacine-se contra o sarampo

Portal Uberaba 09/09/2019
Oficina de Alfabetização muda vida de pacientes da Casa de Saúde Santa Izabel

Oficina de Alfabetização muda vida de pacientes da Casa de Saúde Santa Izabel

Portal Uberaba 09/09/2019
Meio Ambiente participa de simulado de emergência ambiental em Confins

Meio Ambiente participa de simulado de emergência ambiental em Confins

Portal Uberaba 03/09/2019
Secretaria de Saúde reforça importância da prevenção e controle da sífilis

Secretaria de Saúde reforça importância da prevenção e controle da sífilis

Portal Uberaba 27/08/2019
Crianças com menos de um ano serão vacinadas contra o sarampo

Crianças com menos de um ano serão vacinadas contra o sarampo

Portal Uberaba 21/08/2019